SAÚDE, BELEZA E BEM ESTAR

De acordo com um estudo da empresa de pesquisas de mercado Quorum Brasil, quase a totalidade das mulheres (97%) brasileiras e um terço dos homens (37%) brasileiros se consideram preocupados com a aparência e assumem consumir itens voltados à beleza rotineiramente.

Quem não quer fazer parte desse mercado?

 

 

Fatos e informações importantes sobre o segmento

 

Em 2017 o setor faturou mais de R$ 47,5 bilhões, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec), e esse número representa um crescimento de 2,8% sobre o resultado obtido no ano anterior.

E o Brasil ocupa hoje a quarta posição no ranking mundial de consumidores de produtos e serviços voltados à estética, beleza e perfumes. Sendo que estão a nossa frente, apenas Estados Unidos, China e Japão.

 

Alguns dados sobre o mercado da Saúde, Beleza e Bem-Estar

  • 567% foi o índice de crescimento do número de salões de beleza e clínicas de estética no Brasil entre 2010 e 2015;
  • 7,5% é o crescimento esperado do setor de beleza no Brasil para 2018;
  •  posição é a colocação do Brasil no ranking de consumo de itens como produtos.

 

Tendências e Drives de Mudança

Uma atenção os modelos de negócio baseados em cuidados periódicos como, por exemplo, a área de depilação a laser ou micropigmentação capilar. Também estão entre as mais procuradas as barbearias e clínicas de estética, além dos consultórios médicos e odontológicos populares, que alcançam uma parcela da população desatendida pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

 

Pontos de reflexão

 Se capacite, esse mercado é extremamente competitivo e os pouco preparados e com pouca capacidade de observar as mudanças do mercado, simplesmente desaparecem.